InícioFinançasComo a inflação afeta os investimentos

Como a inflação afeta os investimentos

A inflação é uma medida muito importante para medir o desempenho da economia. É um fator que é constantemente notícia nos jornais. Mas é ainda mais importante para o investidor, que precisa entender como a inflação afeta os investimentos.

Muitos investidores iniciantes cometem o erro de não se preocupar com a inflação. Eles olham apenas para os indicadores do investimento. Porém, a inflação afeta todos os indicadores.

Por isso, um investidor que não entende como a inflação afeta seus investimentos está correndo o sério risco de perder dinheiro.

E o pior de tudo, é que muitas vezes o investidor desatento nem percebe que está perdendo dinheiro.

Sendo assim, se você quer se tornar um bom investidor e evitar perder dinheiro, preste atenção, porque nas próximas linhas você vai aprender como a inflação afeta os investimentos.

Este artigo não é uma recomendação de investimentos. É apenas um guia educativo, com fins didáticos.

O que é a inflação

Antes de entender como a inflação afeta os investimentos, é preciso entender o que é a inflação. Todo mundo já ouviu falar desse nome, mas poucos sabem o que realmente significa.

Geralmente, a inflação é reconhecida como um aumento dos preços dos produtos. Mas, apesar de verdade, essa não é uma boa explicação.

A inflação é muito mais do que apenas um aumento no preço dos produtos. A inflação é uma desvalorização geral da moeda. Mas o que isso significa?

O valor do dinheiro

Para entender esse conceito melhor, é preciso lembrar que o dinheiro que usamos é apenas um símbolo. O papel moeda, em si, não vale nada. É só um pedaço de papel.

O dinheiro digital representado no seu aplicativo do banco, menos ainda. É só um número, que pode ser apagado com um botão.

Até mesmo uma barra de ouro, por si só, não vale muita coisa. Se as pessoas não gostassem tanto de ouro, talvez fosse apenas um belo peso de papel.

Na verdade, o verdadeiro valor do ouro está em sua raridade. Na época do Brasil colônia, quando se descobriu ouro em Ouro Preto, diz-se encontrar pessoas mortas de fome, com os bolsos cheios de ouro. Porque o ouro ficou tão comum, que não valia nada.

Tudo isso significa que é a sociedade que dá valor ao dinheiro. Em algum momento alguém concordou que uma moeda de ouro valia uma ovelha ou um boi. Depois, alguém concordou que um pedaço de papel colorido valia aquela moeda de ouro.

Hoje, tudo é muito mais complexo. Mas a lógica ainda é a mesma. A sociedade concordou que, aproximadamente, 5 Reais em notas coloridas valem um quilo de farinha de trigo e 60 mil Reais em notas coloridas valem um carro.

O efeito da inflação

A inflação acontece quando, por algum motivo, a sociedade não aceita mais 60 mil Reais por um carro. Agora, é preciso 70 mil.

Mas isso não significa que o carro custa mais caro. Isso significa que o Real vale menos. Da mesma forma que um bolso cheio de ouro em Ouro Preto não valia de nada.

Se todos os outros produtos mantivessem o mesmo preço e o apenas o carro aumentasse, aí sim seria um aumento de preço. Mas quando existe inflação, o valor de tudo é alterado.

Em outras palavras, é como se a nota de papel colorido não valesse mais uma moeda de ouro, agora ela vale meia moeda.

Uma outra forma de entender isso é comparando com outras moedas. Por exemplo, o Dólar. Na sua criação, 1 Real valia 1 Dólar. Hoje, 1 Real vale 20 centavos de Dólar. Ou, 1 Dólar vale 5 Reais. Ou seja, o Real vale 5 vezes menos.

E é exatamente por isso que a inflação afeta todos os investimentos.

A inflação e o juros

A forma mais simples de perceber a relação entre o investimento e a inflação é com a renda fixa. Esta é uma das formas mais comuns de investimento. Nela, o investidor faz uma aplicação e recebe em retorno uma taxa de juros. Essa taxa de juros pode ser previamente fixada ou posteriormente.

O exemplo mais clássico de renda fixa é a poupança. O dinheiro é aplicado em uma conta especial e se recebe de rendimento uma porcentagem baseada no valor aplicado.

Quando a inflação é calculada, ela é expressa também em uma porcentagem. Assim, é possível fazer uma comparação direta entre as duas.

Por exemplo, no caso da poupança o rendimento em 2021 foi de cerca de 3%. Ao mesmo tempo, a inflação anual foi de 10%.

Isso significa que se você investisse 100 reais por 1 ano em 2021, ao final do ano seu patrimônio seria de 103 reais. No mesmo período, um produto que custasse 100 reais, passaria a custar 110.

Ou seja, se no começo do ano seria possível comprar aquele produto, ao final não seria. O investidor teria perdido poder de compra.

Embora pareça que ele ficou mais rico, porque a quantidade de dinheiro aumentou, na verdade ele ficou mais pobre. Porque a quantidade de dinheiro aumentou, mas, ao mesmo tempo, o Real perdeu seu valor.

Na prática, o patrimônio investido diminuiu em 7%. Os 10% perdido na inflação, mais 3% ganho com o investimento.

Os juros precisam superar a inflação

Seria difícil para que um investidor ganhar dinheiro em 2021. Com uma inflação alta, ele teria que conseguir um rendimento de mais de 10% de juros.

E para saber o ganho real, teria que se subtrair a inflação do rendimento obtido.

Por não entender esse conceito, muitos investidores caem numa armadilha. Eles acreditam estar ganhando dinheiro, quando na verdade estão perdendo.

O maior problema é que em 2021 a taxa de juros também diminuiu. Por isso, foi muito difícil encontrar um investimento em renda fixa que superasse a inflação. Esse é um fator que influencia profundamente as suas decisões de investimento.

Por essa razão, muitos optaram por mudar para a renda variável. Entretanto, a taxa de juros também afeta a renda variável.

A inflação e a renda variável

Alguns investidores acreditam que a solução para escapar da inflação é mudar para a renda variável. Porém, essa é uma análise precipitada.

É verdade que a renda variável, em muitos casos, oferece rendimentos mais elevados que a renda fixa. Entretanto, também é uma modalidade de investimentos mais complicada.

Por isso, conseguir um alto rendimento na renda variável exige mais estudo, experiência e dedicação de tempo. E esse é um fator desconsiderado por muitos iniciantes.

Portanto, quando se está começando, é normal ter rendimentos menores. Muitas vezes é difícil evitar ter prejuízos. E além disso, a inflação ainda atinge também os seus lucros.

E alguns investidores acreditam que estão lucrando e mantém a estratégia, quando estão tendo prejuízo. Porque aquele pequeno ganho está sendo apagado pela inflação.

Conclusão

Independente do tipo de investimento, a inflação sempre irá afetar seus rendimentos. Seja na renda fixa ou na renda variável, tudo é afetado, porque o dinheiro é afetado.

Portanto, o investidor preparado deve levar em consideração seus efeitos para balizar suas decisões de investimento. Esquecer da inflação pode estar mascarando um grande prejuízo.

Por isso um bom investidor deve saber, pelo menos, um pouco de economia. Compreender os fatores que afetam os investimentos. E se você quiser aprender mais sobre a inflação, pode querer ler esse livro.

Lembre-se o conhecimento é o maior investimento.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Popular

Comentários Recente